Torcedora argentina é detida no Maracanã acusada de racismo durante jogo contra o Brasil: ‘Monos’

Uma briga na arquibancada entre torcedores marcou o jogo entre Brasil e Argentina, no Maracanã, na noite de terça-feira, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo. Durante a confusão, uma torcedora argentina foi detida acusada de ofender um funcionário do Maracanã com insultos racistas. Ela foi encaminhada ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). Segundo relatos, a vítima teria sido chamada de “macaco”.

A partida não havia começado quando durante a execução do hino nacional, alguns brasileiros e argentinos começaram uma confusão. Os jogadores argentinos, entre eles o capitão Lionel Messi, chegaram a deixar o gramado, mas voltaram cerca de 30 minutos depois para o início da partida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Dupla acusada de assassinar fã da Taylor Swift tem prisão preventiva decretada

Os dois acusados de assassinar com uma facada Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, fã da cantora Taylor Swift, em Copacabana, na madrugada de domingo (19), tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva. Anderson Henrique Brandão e Jonathan Batista Barbosa passaram por uma audiência de custódia nessa […]