Compartilhe!

O jornalista Leo Dias se explicou nas redes sociais após despertar a ira de Luciana Gimenez na noite desta quarta-feira (8). É que ele revelou informações exclusivas sobre a herança deixada pelo pai da estrela, João Alberto Morad.

 

Na partilha dos bens, ele teria deixado cerca de R$ 2 milhões para uma mulher desconhecida pelos familiares, identificada como Carla Leoniuk. A divulgação revoltou a apresentadora.

Em uma carta aberta, Leo Dias justificou a publicação da informação. “O processo em questão não corria em segredo de Justiça e, portanto, qualquer cidadão poderia ter acesso à informação”, disse ele.

Ele também defendeu a decisão revelar o fato. “A respeito da relevância da notícia, nós precisaremos discordar de você. A matéria fala de uma das mais conhecidas apresentadoras do país, que está à frente de um programa de variedades e fofocas na RedeTV! e é justamente devido a sua notoriedade que a coluna LeoDias, que cobre o mundo das celebridades, decidiu publicá-la”, declarou o jornalista.

Queria entender o que a morte do meu pai importa pras pessoas, sabe. Não tem um tipo de respeito de ligar pra perguntar, falar nada. Sim, meu pai morreu, eu era filha única. Eu queria saber, Léo Dias, o que você tem a ver com a morte do meu pai com você. Você tem pai? Você se importa com a vida dos outros?”, desabafou.

Leia a carta aberta na íntegra:

Cara Luciana,

 

A coluna LeoDias faz questão de afirmar que a nota sobre a herança deixada pelo seu falecido pai não possui qualquer julgamento de valor da decisão. O processo em questão não corria em segredo de Justiça e, portanto, qualquer cidadão poderia ter acesso à informação.

 

A respeito da relevância da notícia, nós precisaremos discordar de você. A matéria fala de uma das mais conhecidas apresentadoras do país, que está à frente de um programa de variedades e fofocas na RedeTV e é justamente devido a sua notoriedade que a coluna LeoDias, que cobre o mundo das celebridades, decidiu publicá-la.

A informação, portanto, não precisaria ser formalmente checada visto que a decisão judicial como já enfatizamos é de acesso público. Nela consta, inclusive, que o processo foi aberto por meio de um pedido seu. A coluna reforça o compromisso com a veracidade em noticiar as informações, o respeito a checagem e o foco nos critérios de noticiabilidade que norteiam esta profissão, como no bom jornalismo.

Fonte: Contigo!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ouça AO VIVO preloader{ display: none;